© 2019   DeVIR CAPa

CAPa centro de artes performativas do algarve

rua Frei Lourenço de Santa Maria nº 4 e 6

8000-352 Faro | Portugal

telefone/fax: (+351) 289 828 784

  • Facebook
  • Instagram

5 Abril | Cine-Teatro Louletano, Loulé

6 Abril | Centro Cultural de Lagos

21h30 | m/10 | 70 min | bilhete 5€  

6 Abril | Cerca do Convento do Espírito Santo, Loulé | 11h00 | 30 min | Entrada livre

performances Stepping Stones e Aqua serão apresentadas em formato exterior

Stepping Stones Redouan Ait Chitt & Jeroen van der Linden Holanda estreia nacional
coreografia e produção: Redouan Ait Chitt & Jeroen van der Linden com a colaboração de: Ed Wubbe, Scapino Ballet música: Pensees - Walkmoon / Gidge-Huldra figurinos: Jorrien Schoneveld desenho de luz: Egbert Mellema co-produção: Holland Dance


Aqua Chey Jurado Espanha

estreia nacional
coreografia e interpretação: Chey Jurado


texto inédito de Hélia Correia Portugal leitura por Carolina Santos com ilustração em tempo real de Richard Câmara Portugal
Bon Voyage 6:14 animação escrito e realizado por Fabio Friedli Suíça Animação: Nils Hedinger, Martin Waespe, Fabio Friedli Interpretado por: Linford Boateng, Nik Rechsteiner DOP & Iluminação: Janosch Abel Música: Thomas Gassmann Sonoplastia: Dieter Hebben Produção: Gerd Gockel, HSLU Design & Kunst, Animation
In a Nut Shell 5:38 animação realizado por Fabio Friedli Suíça Produção: YK Animation Studio
Irregulars 9:01 documentário Fabio Palmieiri Itália História de Cyrille Kabore Produção: P.P.P. NOTWORKINGFILMS Música: Traditional African Music Sonoplastia e Mixagem: Fabio Palmieri

Stepping Stones é um dueto criado por Redouan Ait Chitt com Jeroen van der Linden. Traduz o percurso de dois bailarinos que se distinguem pela sua fisicalidade. A cumplicidade é o trampolim que lhes tem permitido ultrapassar com sucesso os desafios inerentes a um percurso que funde a dança urbana e a dança contemporânea.

Aqua foi criado em 2016 por Chey Jurado, premiado bailarino a nível internacional, que cruza as danças urbanas e a dança contemporânea. Este solo que tem vindo a ser apresentado por todo o mundo, vive da fisicalidade do intérprete, e permite ao espectador submergir-se nas diferentes maneiras de decifrar o elemento-água através do movimento.
As duas animações assinadas por Fabio Friedli,
Bon Voyage e In a Nut Shell, apresentam um olhar aguçado sobre o modo como a Europa recebe os refugiados, e a tentativa de capturar o mundo numa casca de noz, da mais pequena semente até à guerra, da indiferença ao apocalipse. No galardoado documentário Irregulars, Fabio Palmieri aborda de forma poética a brutalidade da viagem que, cada ano, é enfrentada por 40000 pessoas de África, Ásia e Medio Oriente, ao tentar cruzar o Mar Mediterrâneo. O evento contará ainda com a leitura de um texto inédito de Hélia Correia, produzido em resposta ao convite que a organização da 5ª edição dos encontros do DeVIR endereçou à escritora, com ilustração em tempo real por Richard Câmara.

Redouan Ait Chitt aka Redo, é um breakdancer profissional que ensina jovens estudantes, participa em vários espectáculos teatro e concorre em eventos pelo mundo inteiro. É orador motivacional, colunista e organizador de eventos. É igualmente o fundador da ROOTS Dance Studio em Gorinchem, Holanda.
Chey Jurado é um bailarino e coreógrafo autodidacta em diferentes estilos de dança urbana e dança contemporânea. Ganhou vários prémios a nível internacional em eventos de break dance e encontros de dança. Trabalhou com companhias como La Veronal, Roberto Olivan Performing Arts, Cia Elías Aguirre, Taiat Dantza, Juan Carmona e Rojas & Rodriguez.
Hélia Correia reconhecida escritora portuguesa, cujos contos, novelas ou romances estão sempre impregnados do discurso poético. Destacam-se na sua produção os romances Casa Eterna e Soma e, na poesia, A Pequena Morte/Esse Eterno Conto. Ao longo da sua carreira recebeu várias distinções, tendo sido galardoada com o Prémio Camões, em 2015.