© 2019   DeVIR CAPa

CAPa centro de artes performativas do algarve

rua Frei Lourenço de Santa Maria nº 4 e 6

8000-352 Faro | Portugal

telefone/fax: (+351) 289 828 784

  • Facebook
  • Instagram

20 Abril | CAPa Centro de Artes Performativas do Algarve, Faro 21h30 | m/18 | 60 min | bilhete 6€ 

Collective Loss of Memory DOT504 Républica Checa

estreia nacional

conceito e coreografia: Jozef Fruek & Linda Kapetanea [RootLessRoot Company] SK/GR Interpretação: DOT504 Eduard Adam Orszulik (R), Kim Jun Wan (KR), Knut Vikstrøm Precht (SE), Jacob Ingram Dodd (GB), Tom Weksler (IL) Música original: Vassilis Mantzoukis Cenografia: Jozef Fruek Desenho de luz: Martin Hamouz Desenho de figurinos: Linda Kapetanea Execução de figurinos: Lenka Kovaíková Direcção artística DOT504: Mgr. Lenka Ottová Produção © DOT504 Dance Company 2014 Co-produção: Tanec Prague Fotografia & design gráfico: Petr Otta © 2014 Apoios: Ministry of Culture of the Czech Republic, City of Prague, Delegation of Flanders in Prague, Ponec Theatre, Dance Perfect Studio a Slovak Institute

Tom - o judeu. Eduard - altamente adaptável. Jacob - o ajudante. Knut - puro e original. E o chefe, Joona - cinquenta por cento melhor que qualquer um dos outros. Com este grupo de cinco tipos engraçados, mergulharemos no poderoso fenómeno social do grande prazer que os seres humanos têm em matar e participar na violência. O prazer de matar dá ao agressor uma estranha experiência de poder e liberdade absolutos. Mas para as vítimas é o inferno. O que fazem observadores aleatórios de cenas violentas? Nada. Sofrendo de perda colectiva de memória, eles observam apenas. Collective Loss of Memory é a terceira criação de DOT504, que vem confirmar o sucesso da companhia, valeu-lhes o prémio Czech Dance Platform Dance Piece of the Year Award e Audience Award em 2015.

nota: A performance mostra cenas de vídeo de extrema violência e é apropriada para maiores de 18 anos.
Os diálogos serão em Inglês, legendados em Português.


DOT504 é uma companhia de dança e teatro físico, fundada em 2006 por Lenka Ottová. Caracterizada pela grande qualidade técnica, criatividade e forte personalidade de todos os intervenientes artísticos, o seu trabalho está orientado de modo a esbater a fronteira entre dança e teatro.